Weby shortcut
topo.jpg

Perfil

Atualizado em 19/11/14 09:24.

Perfil


A Engenharia Química pode ser vista como o ramo da Engenharia envolvido com processo, pelos quais as matérias-primas sofrem modificações na sua composição, conteúdo energético ou estado físico, para obtenção de produtos que venham a atender determinado fim.

O Engenheiro Químico é um profissional de formação generalista, que atua no desenvolvimento de processos para a produção de produtos diversos, em escala industrial nas áreas de: alimentos, cosméticos, biotecnologia, fertilizantes, fármacos, cimento, papel e celulose, nuclear, tintas e vernizes, polímeros, meio ambiente, entre outras.

Projeta, supervisiona, elabora e coordena processos industriais; identifica, formula e resolve problemas de engenharia relacionados àindústria química; supervisiona a manutenção e operação de sistemas. Desenvolve tecnologias limpas, processos de reciclagem e de aproveitamento dos resíduos da indústria química que contribuem para a redução do impacto ambiental.

Coordena e supervisiona equipes de trabalho, realiza estudos de viabilidade técnico-econômica, executa e fiscaliza obras e serviços técnicos e efetua vistorias, perícias e avaliações, emitindo laudos e pareceres técnicos. Em suas atividades, considera aspectos referentes à ética, à segurança, à segurança e aos impactos ambientais.

O curso de Engenharia Química do IQ-UFG pretende formar profissionais generalistas capacitados a atuar em todos os setores da indústria, assim como, acompanhar os processos industriais em todos os seus níveis. Ou seja, profissionais capazes de projetar, aperfeiçoar, acompanhar, controlar e pesquisar os mais diversos processos existentes nas indústrias químicas, bioquímicas e correlatas.

Pela própria natureza de sua formação, que combina princípios da matemática, química, física e bioquímica com técnicas da engenharia, o profissional da Engenharia Química é considerado um dos mais versáteis de todos os engenheiros. Um profissional apto a trabalhar com transformações é indispensável nos dias atuais, pois vive-se em uma época de mudanças velozes que atuam diretamente na percepção humana, cujo reflexo se dá diretamente no ambiente, que o obriga a buscar novas alternativas.

No exercício da sua atividade profissional, o Engenheiro Químico busca o controle dos fenômenos físicos, químicos e biológicos, nos quais intervêm variáveis de natureza econômica. Poderá, então, pesquisar e desenvolver novos processos e produtos, bem como produtos substitutos, novas aplicações para produtos existentes ou recuperação e aproveitamento de resíduos; conceber e realizar o projeto químico de uma instalação industrial química, com base na pesquisa realizada quer em escala laboratorial, quer em escala piloto; poderá colaborar na realização do projeto final e na execução da montagem da planta de uma indústria química; poderá ser responsável pelo adequado funcionamento de um setor ou da totalidade de uma usina química; poderá ser responsável ou participar de estudos técnico-econômicos, de pesquisa de mercado, de previsão tecnológica, de controle de qualidade, de controle de poluição, de normalização, de viabilidade técnico-econômica, associados com a atividade da indústria química nacional. Poderá atuar como professor universitário.

Além disso, o Engenheiro Químico, graduado pela UFG, deve ter a capacidade de utilizar, de forma responsável, o conhecimento técnico e pedagógico adquirido e suas implicações no meio ambiente, respeitando o direito à vida e ao bem estar dos cidadãos.

Perfil do Egresso

As características do perfil do profissional egresso estarão voltadas a um enfoque generalista que deve fazer do Engenheiro Químico um engenheiro de visão sistêmica, com capacitações desenvolvidas entre os limites do desenvolvimento e da operação dos processos de produção. Esta perspectiva de formação faz com que este profissional possa se adaptar às mudanças nos contextos sociais, econômicos e tecnológicos por que passa a sociedade e, mais do que isso, seja capaz de conduzir mudanças desejadas.

Dados Sobre o Curso

Histórico:

  • 1977 – Criação dos Cursos de Química da UFG

  • 1983 – Aprovação dos Cursos de Química (Licenciatura em Ciências com habilitação em Química e Bacharelado em Química) da UFG

  • 1997 – Criação do Instituto de Química da UFG

  • 1999 – Criação do curso de pós-graduação em Química

  • 2005 – Criação do Programa Multi-institucional (UFG/UFU/UFMS) de Doutorado em Química;

  • 2007 – Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais – REUNI

  • 2008 - Decisão plenária do IQ da criação do curso de Engenharia Química:

  • 2009 – Criação do Curso de Engenharia Química da UFG

 

Número de Vagas: 20 (vinte)/anual

Seleção: Processo Seletivo Vestibular da UFG

Duração: 5 anos (10 Semestres) em tempo integral.

Listar Todas Voltar